27.7.15

Summer in New York part.1


[ Governors Island, NY ]

Vocês sabem que vivo um eterno caso de amor e ódio com esta estação do ano. Pois é, o verão chegou em Nova York trazendo muito calor e eventos ao ar livre. O Jazz Age Lawn Festival acontece em um fim de semana de junho e agosto. O evento é realizado na Governors Island, uma ilha próxima do sul de Manhattan. Ir a este evento é como voltar aos anos 20 em Nova York. Todos vão vestidos a carater para um grande picnic ao ar livre ao som de uma orquestra de jazz. Música, arte e moda juntos. Ano passado fui ao evento pela primeira vez e resolvi voltar neste ano. Confiram minhas fotos!


Os trajes são impecáveis. Algumas pessoas parecem mesmo terem saído diretamente dos anos 20. Mesmo sob um sol escaldante, todos elegantemente arrumados de chapéu e gravata. Acima vocês podem ver a apresentação de trajes de banho - as roupas são originais! Conseguem imaginar que esses trajes tem quase 100 anos?! Até mesmo as crianças vão caracterizadas. Esta menina roubou a cena em uma das pistas de dança - linda demais!

Get the Style!
New York 20's revisited


Colares de pérolas (valiosíssimos), brogues, suspensório e pequenos acessórios de cabeça. Não podia faltar a minha inseparável toalha de xadrez e chapéu de palha.

...e mudamos de nome ao menos por um dia:
nos apresentamos como Charles, Eleonor e Annabel! :)


A ilha é muito agradável... Prédios antigos, gramados, árvores e uma vista fenomenal para o sul da ilha de Manhattan. Carros antigos são estacionados dentro do evento... Todos trazem suas cestas de picnic e aproveitam o verão como se não houvesse um amanhã. No fim da tarde, o pôr do sol deixa a ilha mais bucólica... Esse é apenas 1 dos muitos eventos acontecendo na cidade no verão.


E esta é a vista quando voltamos para Manhattan... Inspiradora, não?
Não viu o meu post do festival no ano passado? Clique AQUI.

Style is a way to say who 
you are without speaking


Já que assunto também é moda... Outro dia passando pelo Central Park, vi este menino de blazer e gravata borboleta, brincando de fazer bolinhas de sabão... Só em New York

Happy Monday!
(fonte fotos | arquivo pessoal)

26.7.15

Sundays...


[ Astoria Park, Queens, NY ]

Forrei a grama do parque com a velha toalha de xadrez vermelha e branca. Fazia sol. Guardei o celular na bolsa. Eu só queria deitar sem camisa, fechar os olhos e sentir o sol. Muita coisa na cabeça para (re) pensar. Comecei a organizar mentalmente os assuntos. Vento bom... Silêncio. Dormi por alguns minutos e acordei com o céu nublado. Do azul para o cinza. O sol bem que tentava sair pelas brechas da grande nuvem cinza. Fiquei olhando para a nuvem - analisei a forma dela, a velocidade com que 'voava' sei lá para onde... O sol não teve mais chance. Senti alguns pingos de chuva. Sensação boa sentir o toque da água no corpo. De repente a chuva caiu e eu levantei. Fiquei embaixo da ponte que corta o Astoria Park. Era uma chuva de verão, intensa e passageira. Senti o cheiro de terra molhada e imediatamente me deu vontade de tomar café. Caminhei por ruas tranquilas. Fiquei reparando nas casas e nos jardins. Tudo muito simples e extremamente bem cuidado. Fiz algumas fotos. Entrei no mercado e comprei café. Quando cheguei em casa, abri as janelas. Ventava e a minha cortina branca de tecido balançava... Fiz café e ouvi música [comecei com Ivan Lins - 'Bilhete']. Deitei e continuei a pensar em outros tópicos da minha lista mental.


Tudo muda o tempo todo no mundo.


Everything around you is constantly changing.
Nothing is fixed. Nothing is forever.

Morar em Nova York é fantástico mas algumas vezes é preciso dizer 'não' para esta cidade e tudo que ela oferece e 'sim' para você. Vivemos num mundo muito louco. Estamos sempre correndo, cumprindo horários, mandando... Estamos escravizados por celulares e aplicativos. Não temos mais 'tempo'! ...eu me dei de presente um dia só para mim em pleno verão em Nova York - um luxo. Tanta gente interessante, tanta coisa legal acontecendo nesta cidade, e eu decidi apenas deitar na grama e sentir o sol e os pingos da chuva; sentir o cheiro da terra molhada; tomar meu café, ouvir música e pensar na vida. Não fiquei triste que o sol foi embora. Adorei a mudança brusca do azul para o cinza. Foi ótimo sentir o cheiro da terra molhada. Estou renovado, pronto para uma semana muito especial.


'...acredito que sonhos são um importante combustível
para esta louca experiência na Terra chamada vida'.
Lenise Castro


Imagens do novo canto perto da janela no meu quarto.
Um pequeno espaço para criar e sonhar...

Gostaria de agradecer todo mundo que deixou mensagens super especiais no últimos post. Fico feliz de compartilhar com vocês meus textos e imagens por tantos anos. Conheci muitas pessoas especiais aqui. Posso demorar, mas eu volto aqui e compartilho tudo. Tenho muito a mostrar!

Uma ótima semana a todos!
(fonte fotos | arquivo pessoal))

18.5.15

Spring Time!


[...ai, corra e olhe o céu que o sol vem trazer: bom dia!]

Sumi. Estava arrumando algumas coisas - dentro e fora da cabeça. Confesso que pensei em deixar meu Blog. Gostaria de me dedicar mais aos posts como 'antigamente'. Aí voltei no tempo. Reli textos que escrevi há 5 anos atrás. Tem tanta verdade nesse espaço, tantos começos e recomeços, tantos sonhos registrados... Mudei de idéia. Não posso interromper essa trajetória virtual. Não sei quem está aí do outro lado lendo isso. Às vezes recebo mensagens dizendo que minhas imagens e textos inspiram muito - fico feliz! Foi um longo inverno: muito frio, cafés, caminhas, croquis e idéias rabiscadas. A primavera chegou com uma vontade de jogar tudo isso para a realidade, sem medo. Sou paciente (...e insistente). E sou humano como você: tenho inseguranças, preguiça, medos - e tem dias que eu não quero fazer absolutamente, a não ser ficar deitado na minha cama branca olhando para o teto. Branco. Silêncio. E são nesses gaps onde as melhores idéias surgem na minha cabeça louca.

...I jump so High!


{ Lion Babe | meu mais novo vício musical }

Spring Time in New York!
It's time to smell the roses...


Trouxe esse par de sapatos do Brasil e esqueci na mala. 
Dia desses tive uma bela surpresa: são perfeitos para a Primavera!

Always Spring at Home!
Simple & Chic


Mudem a posição dos móveis. Coloquem flores naturais em um vaso simples. Tragam a cadeira da sala para o quarto. Tirem tudo dos lugares. Movimentem a energia dentro de casa! Abram as janelas. Deixem o sol entrar! Caprichem nos detalhes: até mesmo um par de sapatos bem posicionado pode decorar um canto de casa. Prezo sempre pela simplicidade no meu trabalho e na minha casa.


Tenho paixão por tulipas - Acho que dá para perceber... 
Gosto de planta, de mato, de árvore, de verde. Sempre gostei.
Adoro a sensação de limpeza. Sinto paz, tranquilidade.


...e de vez em quando troco tulipas por rosas.
Não abro mão de flores naturais, mesmo sendo mais caras que as artificiais.
Elas emprestam sua beleza e morrem, rápido até. Nada é para sempre! 


Estátua da liberdade, meias listradas, livros, flores, meus prédios favoritos...
Tudo dentro da minha casa tem uma história.
Parece clichê, mas não é: estou cercado de memórias.

You're supposed to stop and smell the roses
But truth be told: it doesn't take to long to smell them
You hardly have to stop. You can smell the roses and
 still have time to run all those errands before 
the sun goes down and it's dinner time.


Tempo, todos nós temos de sobra, mas o administramos muito mal.
As flores estão por toda parte na cidade, mas ao invés de admirá-las, olhamos para nossos celulares! Tem horas que gosto de me desconectar disso tudo.

Central Park Spring Walks 
[ Nada melhor que uma boa caminhada para pensar na vida...]


As fotos acima foram feitas no início de Abril. Impressionante como tudo já está verde no início de Maio. Caminhar pelo Central Park é muito bom. Gosto de prestar atenção nas pessoas, nos esquilos, nas árvores, nos imponentes prédios que beiram o parque. Tudo tão perfeito e majestoso...


O início da primavera está sendo muito bom. Muitas pedaladas por Astoria nos fins de semana. Visita de amigos... Boas lembranças! Tenho tirado muitas idéias do papel. Chegou a hora! Aos poucos, tudo vai virando realidade... Não tenho pressa. Reconheço que tudo leva um tempo para acontecer. 


Tudo me inspira: cores, texturas, sapatos, bebidas, volumetrias...

Kentucky Derby 2015
{ Williamsburg, Brooklyn }


Pela primeira vez me reuni para assistir à famosa corrida de cavalos de Kentucky. Apostas feitas, Buorbon no gelo, churrasco, chapéus, charutos e gravatas. Meu cavalo não ganhou... O jeito foi continuar a bater papo e beber Buorbon! Dia feliz!

Keep your head up to the sky...


Num desses dias saí do trabalho e fui direto para casa. Dia de sol com pancadas de chuva. Céu dramático, cinza e dourado. Ventava. Cheguei em casa, fiz café. Cheiro de chuva. Música. Quando abri a cortina branca, um arco-íris estava saindo de uma nuvem e 'caindo' sobre a velha igreja. Deus é tão grandioso e perfeito! Nos dá tantas respostas através de coisas e momentos tão simples. A primavera segue intensa e eu continuo arrumando as coisas dentro e fora da cabeça. A cada dia que passa, tenho mais certeza de que o caminho é longo e difícil, e que nada é impossível. 


{ Voltei a escutar essa música }

...once I was a prisoner
Lost inside myself
With the world surrounding me
Wandering through the misery
But now I am free

You gave me a breath of life
Unclouded my eyes
With a sweet serenity
Lighting a ray of hope for me...
And now I am free

I'm free to Live,
Free to laugh,
Free to soar,
Free to shine,
Free to give,
Free to love.
Free enough to fly...

Once I was all so alone,
Unsteady and cold
But your love rained down upon me
Washing away uncertainty...

and now,
I am free!

Thank you Lord.
(+fonte fotos | arquivo pessoal)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...